O gavião e a flecha: contos da velhice espavorida

R$25,00

Categoria:

Detalhes

Peso 0.200 kg
Dimensões 14 × 21 × 1.5 cm
ISBN

978-85-98493-63-3

Edição

Ano de publicação

2010

Nº de Páginas

96

Idioma

Português

Sobre o autor

Jorge de Souza Araujo

Jorge de Souza Araujo

Escudado em misteres profissionais exercidos durante 53 anos (comerciário, bancário, jornalista e, sobretudo, professor – carreira em que se fez mestre e doutor pela Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro e servidor público militando no ensino superior), Jorge de Souza Araujo teria acumulado menos experiências que anseios de descobertas. Também se faria pesquisador, poeta, ficcionista, dramaturgo e ensaísta, sempre buscando desvelar epifanias e alumbramentos, conhecimentos de si e dos demais humanos espelhados em tarefas intelectuais.
Sertanejo de Baixa Grande (cidadezinha encravada na aridez da paisagem catingueira da Bahia), cedo migrou para outras regiões do Brasil contíguo ou longínquo e para o universo dos desvelos humanistas. Idealista sem remédio, deu disso provas ajudando a povoar o mundo com filhos e netos, e publicando mais de quatro dezenas de livros, revelando esforços de interpretação do leitor colonial, José de Anchieta, Antonio Vieira, poesia e prosa do Romantismo brasileiro, Machado de Assis, Graciliano Ramos, Jorge de Lima, Jorge Amado e outros autores, assuntos, matérias, pensamentos e emoções.

Nesta obra, o autor revela o drama da velhice e suas marcas trágicas, eivadas de abandono, solidão, doença, frustrações e sonhos que se desmancham sob o peso dos anos, como em “O gavião e a flecha”, “O Velho Deus aniversaria e ninguém lhe canta os parabéns?”, “A ossos e fósseis, vidas minhotas”, “Amigo Urso: saudações polares” entre outros.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O gavião e a flecha: contos da velhice espavorida”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *